SIFEP participa de reunião no CFF

O Conselho Federal de Farmácia (CFF) abraçou, em 2012, a missão de costurar uma bandeira que reunisse todas as cores e traduzisse a união da Farmácia Brasileira. De lá para cá, a instituição colocou à mesa, várias vezes, todas as lideranças profissionais em torno de uma agenda positiva de atuação,


elegendo prioridades. Dando continuidade a este projeto, de união da categoria, o Conselho promove nos dias 5 e 6 de fevereiro, no Hotel San Marco, em Brasília, reunião nacional de luta pela valorização da profissão farmacêutica. Todas as entidades da Farmácia (Federações, sindicatos, conselhos e associações) foram convidadas a participar. Serão mais de cem lideranças de todo o País.


A valorização da profissão envolve, basicamente, questões sindicais. Embora estas não sejam obrigação legal do CFF, que tem como atribuição legal zelar pela fiel observância dos princípios da ética e da disciplina da classe dos que exercem atividades profissionais farmacêuticas no País, a atual gestão tem proposto ações e trabalhado junto com as entidades sindicais por uma remuneração justa e melhores condições de trabalho para os profissionais. "Entendemos que são fatores determinantes para o exercício ético e digno da profissão", salienta o presidente do Conselho, Walter Jorge João. A atuação tem se dado na esfera pública e privada.


Walter Jorge João assinala que a reunião proposta pelo CFF atende o clamor da categoria, ansiosa por melhorias. "Pautas complexas como estas demonstram a necessidade de sabermos o papel de cada uma das entidades neste processo. E, também, de possuirmos um plano estratégico conjunto muito bem definido, visando o alcance de demandas que nos são comuns." O presidente do CFF alerta: "É uma demonstração de amadorismo e fragilidade da categoria farmacêutica a realização de pleitos isolados aos parlamentares." Ele cita que é comum um mesmo deputado receber em momentos diferentes, mais de uma entidade farmacêutica apresentando um mesmo pleito.


O objetivo da reunião dos dias 5 e 6 de fevereiro é unificar as estratégias. "Nosso anseio é ver conselhos e sindicatos caminhando juntos, com unidade de ação e com macroestratégias priorizadas e pactuadas", observa Walter Jorge João. "É impossível para o CFF atender a uma federação e outra de maneira separada visto que as pautas são comuns." Ao final do evento será aprovado um documento com todas as propostas e estratégias pactuadas. Na reunião, será discutida também a proposta de criação de um fórum permanente de entidades que terá a missão de trabalhar pela valorização da profissão farmacêutica no Brasil.


Palestrantes de grande destaque confirmaram sua participação no evento, para refletir sobre pontos importantes que subsidiarão as discussões (veja, abaixo, a programação). Para o presidente do CFF, o exemplo citado acima espelha bem a importância da articulação política na busca pela transformação da profissão. Ele lembra que essa articulação deve ser reforçada internamente, dentro da corporação, para que possa surtir resultados efetivos fora dela, em todas as instâncias decisivas, sejam elas políticas ou administrativas. "Solidários, seremos união. Separados uns dos outros, seremos pontos de vista. Juntos alcançaremos a realização de nossos propósitos", diz ele, citando Bezerra de Menezes médico e político que se destacou pela publicação de vários livros sobre a doutrina espírita.


O Presidente do SIFEP Sérgio Luis viajou para participar dessa reunião. Para Sérgio essa reunião é extremamente importante, pois lá estarão presentes a FENAFAR e todos os sindicatos farmacêuticos do Brasil, com a finalidade de debatermos o futuro da nossa categoria. Veja a programação:


5/2/2014 – Primeiro Dia

9h as 9h30 – Abertura
9h30 as 10h30 – Palestra "Fenômeno da Profissão": O desafio de ser de uma profissão – Palestrante: Maria Helena Machado (Socióloga – organizadora do livro "Profissões de Saúde" – Uma abordagem sociológica.
10h30 às 11h – Coffee Break
11h às 12h – Palestra - Redução de Jornada de Trabalho – Palestrante: Ailton dos Santos (Coordenador Técnico do Sindkal/Deese)
Processo Legislativo e Histórico de Tramitação dos Pls 113/2005;5359/2009;62/2011 – Palestrante: Jenner Jalner de Moraes/ Assessor
12h às 13h – Debate
13h as 14h30 – Intervalo
14h30 às 17h30 – Oficina 1 – estratégias estaduais para a valorização profissional (organização de grupos por região).
17h30 às 19h – Apresentação consolidada da oficina 1 elaborado por cada grupo.

6/2/2014 – Segundo Dia

9h às 13h – Oficina 2 – Estratégias Nacionais para a valorização profissional (organização de grupos por cores)
13h às 14h30 – Intervalo
14h30 às 18h – Apresentação das estratégias destacadas pelos grupos da Oficina 2 e definição dos encaminhamentos do fórum.
18h às 18h30 – Encerramento


Maiores informações:  www.cff.org.br

Fonte: CFF
Autor: Comunicação
Ascom
Sifep